Ir para o conteúdo principal

Blog


Alimentação saudável no inverno faz a diferença

Alimentação saudável no inverno faz a diferença

Com a chegada do inverno são raros aqueles que não pensam em comer um pouco mais a fim de suprir as necessidades energéticas para manter o corpo aquecido. Aumentar o consumo de alimentos de forma exagerada, porém, pode trazer danos ao organismo justamente no período em que estamos mais suscetíveis a contrair doenças. A nutricionista do Serviço de Atendimento ao Obeso do Hospital Regina de Novo Hamburgo Mabilda Dotto confirma que as temperaturas mais baixas exigem a reformulação de alguns hábitos para preservação da saúde desde que sejam evitados excessos típicos da estação, entre eles, a ingestão de alimentos muito calóricos e ricos em gorduras.

“É importante manter as refeições nos horários certos, com intervalos regulares e valorizando sempre a diversidade alimentar para que o organismo funcione corretamente”, destaca a nutricionista. O mais conveniente e seguro, segundo ela, é aumentar as quantidades de laticínios (queijos brancos, leite e iogurte) e dos legumes e verduras preparados com pouco óleo. Comer mais produtos ricos em fibras como pão integral, arroz integral, granola e flocos de cereais sem açúcar também é recomendado devido ao maior poder de saciedade, ou seja, prolongam a sensação de estômago cheio.

Excelente opção de jantar para as noites frias, as sopas ou cremes preparados com vegetais e grãos, entre eles, ervilha, lentilha, feijão, grão de bico, aveia e trigo para quibe, podem ser acompanhados de torradas e queijo branco. A nutricionista diz ainda que acrescentar carnes magras aumenta o valor nutritivo da refeição. “Legumes, verduras e frutas, importantes fontes de vitaminas e minerais, auxiliam na prevenção das gripes e resfriados comuns no inverno”, completa.

Mabilda lembra ainda que, apesar de sentirmos menos sede no frio, a ingestão de líquidos é tão imprescindível quanto nos meses mais quentes. “Uma boa seleção de alimentos, evitando o consumo de massas, doces e bebidas, pode suprir as necessidades de calorias sem levar a um aumento do peso corporal”, conclui.

Dicas para manter a forma no inverno:
- Dê preferência a sopas à base de legumes, folhas, acrescidas ou não de fibras (gergelim, semente de linhaça, farelo de aveia, trigo), sem adicionar creme de leite ou massas. Prefira sopas com alimentos frescos in natura, evitando sopas de pacote;
- Chás de ervas (camomila, hortelã, maçã, erva-cidreira, erva-doce, entre outras) são bebidas aromáticas perfeitas para aquecer e hidratar o corpo;
- Prefira as carnes vermelhas magras ou carnes brancas (frango ou peixe), sempre cozidas, grelhadas ou assadas;
- Substitua os queijos amarelos por queijos brancos, tipo cottage, ricota,queijo minas;
- Prefira doces à base de frutas ou frutas secas (doce de banana, abóbora, uva passa, damascos, ameixa seca) aos doces calóricos (chocolates, doce de leite, bolos);
- Experimente leite desnatado quente com canela em pó e adoçante, uma ótima opção para substituir o chocolate quente. Pode-se também preparar um chocolate quente light (leite desnatado, achocolatado light e adoçante);
- Mastigue muito bem todos os alimentos e beba em pequenos goles, preferencialmente em ambiente tranquilo;
- Não fique muito tempo sem se alimentar, o ideal é fazer pequenas refeições com intervalos de três horas;
- Faça do café da manhã a principal refeição, com direito a pães, cereais, frutas, leite ou derivados;
- Mantenha a prática de atividade física, sempre sob orientação.

Fonte: Mabilda Dotto, nutricionista
 


Comentários