Ir para o conteúdo principal

Blog


5 passos de educação financeira para realizar seus sonhos

5 passos de educação financeira para realizar seus sonhos

Uma questão importante sobre a aplicação da educação financeira nas nossas vidas é a realização de sonhos. Certamente todos temos sonhos e objetivos, alguns carregados desde a infância e outros adquiridos mais recentemente. Para muitas pessoas, porém, o grande dilema não é elencar os sonhos ou mesmo estabelecer alguns como prioridades, mas sim cumprir os passos para colocá-los em prática.

Sem enrolação, elencamos aqui cinco dicas para, de uma vez por todas, realizar seus objetivos que dependem da melhora na gestão das suas finanças pessoais:

1) Saiba exatamente aonde quer chegar

Não é mais ou menos o que você quer, ou uma estimativa. Defina seus objetivos com clareza ou não conseguirá alcançá-los. Caso seja uma viagem, para onde e por quanto tempo? Uma casa, de qual tipo, tamanho, em qual lugar? Um carro, mas de qual modelo? Esse tipo de definição é essencial para traçar a meta.

2) Avalie seus motivos

Imagine-se tendo conseguido aquilo que tanto deseja. Como você se visualiza? O que ainda te faltará nessa nova conjuntura? Entender o motivo pelo qual queremos o que queremos é bom para fazer uma autocrítica para ver se não estamos depositando empenho demais em algo que, no fim das contas, era só um capricho. Ter caprichos não é problema, mas um projeto de longo prazo que demandará esforço e comprometimento deve focar em coisas que nos tragam felicidade e engrandeçam.

3) Estabeleça metas claras para a realização

Agora que você já sabe para onde e por que vai, precisa saber como. Verificar seu atual orçamento, suas despesas e eventuais economias guardadas é preciso para saber quanto dinheiro será necessário para seu objetivo e a quantidade de tempo necessária para conseguir. Seja juntando 50, 100 ou 1000 reais por mês, é importante que você não abra mão do plano traçado – só com disciplina conseguimos as coisas difíceis que dependem de nós.

4) Utilize etapas intermediárias

Sabemos que entre a concepção de um plano e sua conclusão as coisas podem mudar – para melhor ou pior. Um aumento, uma demissão, surgimento de despesas inesperadas, enfim, são muitos os contratempos que podem surgir nessa jornada. Caso isso ocorra, tenha sabedoria para dar uma pausa na execução do seu plano e reavaliar o prazo ou valores que você estabeleceu para não prejudicar seu agora em prol de um futuro.

5) Celebre a caminhada

Projetos de longo prazo tendem a “perder o gás” porque no dia a dia parecemos ainda tão longe de realizar aquele sonho e esse desânimo pode contribuir para a perda do seu foco. Compartilhe seu progresso com alguém de confiança, fique orgulhoso do seu esforço e imagine-se vivendo com aquele sonho realizado. Lembre-se que a caminhada é tão importante quanto o ponto de chegada.

Para acesso a um material mais completo sobre o tema, confira o Caderno de Educação Financeira do Banco Central do Brasil. Conte sempre com nosso serviço de Consultoria Financeira para uma ajuda especializada e nossa seção de Educação Financeira para mais dicas.

 

 

Fontes:
Banco Central do Brasil
Vida e Dinheiro
 

Comentários