Ir para o conteúdo principal

Blog


Como contribuir para uma reciclagem mais eficiente

Como contribuir para uma reciclagem mais eficiente

Existem várias atitudes que podemos fazer em casa para melhorar o nosso relacionamento com o planeta, mas talvez a mais importante e efetiva seja a reciclagem correta dos nossos resíduos. Separar corretamente seu lixo doméstico alivia os lixões e aterros sanitários, fazendo com que chegue neles apenas o que não pode ser reaproveitado. 

Para contribuir com a coleta seletiva é preciso tomar alguns cuidados quando formos separar o lixo e evitar danos ambientais. Contudo, muitas dúvidas surgem na hora de fazer essa separação, por isso selecionamos algumas dicas para que você possa ajudar com uma reciclagem mais eficiente.

Não descarte material molhado ou sujo

O lixo reciclável, também chamado de seco, deve ser descartado limpo. É importante tirar os resíduos de comida com um pano de prato ou água antes de levá-los para a lixeira. Além de facilitar a coleta, a limpeza evita o mau-cheiro e insetos no lixo doméstico. Entretanto, não esqueça de secar todo o lixo antes de descartar.

Separe o lixo adequadamente

Além de não misturar o lixo seco e o úmido, é importante separar este último em orgânico e rejeitos, que não podem ser reciclados. O lixo orgânico, sobras de alimentos, cascas de frutas e legumes pode ser reutilizado até mesmo em casa, na compostagem. Para uma separação mais efetiva, preste atenção em como categorizar o lixo reciclável:

Papel

Todos os tipos de papéis são recicláveis. Eles devem estar limpos e desengordurados, caso contrário viram rejeitos. Na coleta seletiva, a cor do papel é azul.

Plástico

A maioria do lixo que produzimos (90%) é plástico, que pode ser reciclado. Na coleta seletiva, a cor do plástico é vermelho.

Vidro

Não se esqueça de limpar e secar bem antes do descarte. Para a segurança do profissional de coleta, enrole pedaços quebrados no jornal. A cor da coleta do vidro é verde.

Metal

Os metais são os materiais com maior possibilidade de reciclagem no Brasil, contando com uma grande ajuda de catadores. Na coleta seletiva, a cor do metal é amarelo.

Se as embalagens que você for descartar for composta de mais de um tipo de material desmonte-a separando as partes de metal, plástico e vidro e deposite-as nos coletores apropriados.

Conheça que resíduos são recicláveis

Nem todo tipo de lixo é reciclável. Em algumas circunstâncias, o processo ainda não existe, em outras, o valor é muito alto, como é o caso do isopor. Se não houver possibilidade de não utilizar resíduos não recicláveis, deixe-os separados da coleta seletiva. A cor cinza geralmente indica este tipo de descarte.

No caso dos plásticos, por exemplo, as embalagens metalizadas ou celofane não devem ser postas para a reciclagem. Já nos vidros, as embalagens que continham medicamentos, as lâmpadas e os vidros de janelas e de automóveis também necessitam de um descarte especial. 

Em alguns lugares, há coleta especial de lixo eletrônico e resíduos perigosos, como pilhas e baterias. Você pode procurar se há algum ponto de coleta na sua cidade.

Saiba o horário da coleta seletiva

Depois de separar todos o seu lixo, não esqueça de fazer o descarte adequado. Cada bairro e cidade têm seus dias específicos para recolhimento de lixo seco e úmido. Nem todos os lugares realizam coleta seletiva, então identificar o lixo reciclável nas cores certas é uma boa ideia. Em Porto Alegre, já existem containers específicos para este trabalho.

Fontes:
 

Comentários