Ir para o conteúdo principal

Blog


Água: como economizar em casa utilizando a economia doméstica

Água: como economizar em casa utilizando a economia doméstica

A água é sinônimo de vida. Todos os seres vivos precisam deste recurso para sobreviver, incluindo os humanos. Porém, a água doce é um recurso cada vez mais escasso no Planeta Terra. Apesar de 75% da superfície da Terra ser água, apenas 3% é de água potável.

Por isso, é de extrema importância que os hábitos sejam adaptados para preservar um dos recursos mais importantes para a vida. Saiba as dicas para economizar a água em casa e ajudar o meio ambiente:

Tome banhos curtos

Apenas um banho pode gastar mais de 250 litros de água. Tomar banhos de apenas 5 minutos economiza até 200 litros. Caso toda a família diminua o tempo no chuveiro, a mudança no final do mês será significativa. É importante, também, desligar o chuveiro enquanto passa shampoo, condicionador ou sabonete. 

Verifique as instalações hidráulicas

Um vazamento de apenas 2 milímetros pode desperdiçar, por mês, até 90 mil litros de água. Revise o encanamento da sua casa e corrija os problemas que encontrar. 

Regue as plantas no horário correto

Para regar as suas plantas e não desperdiçar água, escolha os horários corretos de rega: nas primeiras horas da manhã e no fim da tarde, depois das 15h.

Não é recomendado molhar as plantas em horários muito quentes, já que a água evapora, e nem à noite, pois as mudas não absorvem a água corretamente. 

Invista nos aparelhos certos

Existem diversos aparelhos baratos que podem ajudar na economia doméstica, como válvulas redutoras, arejador de torneira e válvula para vasos sanitários com dois fluxos. Os dispositivos possuem um ótimo custo benefício e ajudam o Planeta Terra.

Reaproveite a água

A água que resta após lavar as roupas pode ser utilizada para lavar a casa, o carro, o quintal e a calçada. Além disso, a água que sobra do cozimento de verduras e legumes pode ser usada para regar as plantas, já que possui bastante nutrientes. 

Fontes:

Ministério do Meio Ambiente

Globo

UniFesp


Comentários