Ir para o conteúdo principal

Blog


Atenção com a saúde no inverno

Atenção com a saúde no inverno
  • Cuida sua alimentação;

  • Hidrate-se;

  • Renove o ar;

  • Faça exercícios.

Com a chegada das temperaturas baixas, os cuidados com a saúde precisam ser redobrados. O frio e a queda da umidade causam um cenário propenso para gripes, resfriados e doenças respiratórias. Além disso, o contágio pelo coronavírus pode ser agravado durante o inverno, segundo especialistas. Por conta disso, é essencial manter os hábitos corretos para proteger a saúde.

Confira quatro dicas de como manter sua saúde na estação mais fria do ano: 

Cuide da sua alimentação

No frio, muitas pessoas acabam diminuindo a quantidade de frutas e verduras que ingerem diariamente, já que são alimentos mais refrescantes. Para evitar o problema, coma as folhas verdes - como espinafre e couve - refogadas e as frutas em temperatura ambiente. 

Não esqueça, também, de ingerir água! Mesmo no frio, o corpo perde líquido e precisa de hidratação. 

Reeducação alimentar: 5 dicas para mudar os hábitos alimentares

Hidrate-se

No frio, é comum o ressecamento devido à queda da umidade do ar. Além de beber bastante água, mantenha a pele do corpo, do rosto e lábios hidratados com produtos para o seu tipo de pele. Outra dica é evitar banhos muito quentes, já que eles contribuem para a retirada do hidratante natural que o organismo produz na pele. 

Renove o ar

Durante o inverno, principalmente em tempos de coronavírus, o ambiente deve estar sempre ventilado para evitar a proliferação de doenças. A melhor forma é abrir as janelas da casa durante o dia. As plantas, umidificadores e purificadores de ar também ajudam na missão. 

Faça exercícios

É comum sentir mais preguiça e menos disposição para malhar com temperaturas mais baixas. Porém, a prática de exercícios ajuda a manter a saúde em dia.

A dica é "entrar em calor" com alongamentos antes de começar as outras atividades e deixar o corpo pronto para os exercícios.

4 apps para manter a saúde física em casa

Fontes: 

G1 

Folha de São Paulo


Comentários