Ir para o conteúdo principal

Blog


Dicas para fazer compras pela internet com economia

Dicas para fazer compras pela internet com economia

Muitos de nós já estamos acostumados a fazer compras pela internet. As ferramentas estão cada vez mais acessíveis e hoje em dia já é possível até encomendar a lista do supermercado.

De fato, a internet não oferece só comodidade como também pode ser econômica. Em comparação com lojas físicas, o preço online cai para até metade do valor. Contudo, para aproveitar a economia é necessário saber fazer as compras com segurança.

1. Tenha uma lista de compras

A comodidade de comprar pela internet também pode ser um problema para quem se deixa levar pelo impulso. Por isso, é interessante anotar todos os produtos que se precisa para não acabar comprando e gastando a mais. A boa e velha lista de compras não vale só para o supermercado, mas para economizar como um todo.

2. Use o computador certo

Para fazer qualquer tipo de operação bancária online, incluindo compras, o ideal é usar um computador pessoal. Como as informações ficam gravadas no aparelho, utilizar o computador do trabalho, de lan houses ou cafés pode ser um risco. Uma outra precaução é não realizar a compra através de redes de wi-fi abertas ou públicas, que são facilmente hackeadas.

3. Avalie a reputação da loja e do site de compras

Caso tenha dúvidas se o site é confiável, pesquise pelo nome da empresa no Google e olhe os comentários em plataformas como o Reclame Aqui. Se optar por comprar em ambientes que vendem de várias empresas, como o Mercado Livre e a Amazon, confira os comentários referentes ao produto e ao vendedor, não esquecendo de prestar atenção para as políticas do site.

Uma dica para saber se o canal de compras é seguro é verificar se o endereço começa com https://. Evite cadastrar seus dados em sites sem esta verificação. Se você ficar em dúvida, melhor buscar outro site ou até ir a uma loja física.

4. Desconfie de preços muito baixos

Mesmo que o objetivo seja economizar, fique sempre com um pé atrás a respeito dos preços. Se o valor está muito abaixo, o risco do produto não chegar ou ser muito diferente do anunciado é grande. Quem nunca viu um compilado de compras pela internet que deram errado?

Geralmente, quando há promoções, os sites comparam com o preço original da loja física. Para saber se o valor está justo pesquise pelo produto em outras lojas online.

5. Confira se o site oferece um canal de atendimento

Se, por um lado, o Procon garante alguns direitos em compras online, é importante ter certeza de que será fácil entrar em contato com o vendedor caso seja necessário. Por isso, antes de realizar a compra, confira os links do site e veja quais as formas de entrar em contato.

6. Abuse das ferramentas do cartão de crédito

Muitos ainda têm receio de fazer compras pela internet com o cartão de crédito, contudo, ele é um dos serviços que oferece opção de pagamento mais segura. 

Os pagamentos via depósito e boleto, por exemplo, são mais difíceis de serem sustados caso aconteça algum problema. No cartão, por outro lado, já existem opções virtuais que expiram após a compra e dificultam as fraudes.

7. Guarde os registros

Assim como numa compra presencial, é importante guardar a nota fiscal dos produtos. Online, muitas lojas enviam e-mails com as diferentes partes do processo de compra (pedido realizado, pagamento, envio). Guarde estas comunicações como faria com qualquer documento. Eles podem ser importantes no caso de troca ou contestação.

8. Opte pela retirada em loja

Um dos gastos mais irritantes ao comprar online é o frete. Muitas lojas oferecem entrega grátis a partir de um certo valor, mas isto pode ser um motivo para levar o que não é necessário. Atente-se a sua lista de compras e veja se há uma filial da loja em sua cidade. Se for possível retirar em loja, o frete não é cobrado.

9. Saiba seus direitos

Você já deve ter lido que é possível devolver as compras feitas pela internet. E é verdade, o consumidor tem direito de arrependimento e pode fazer a devolução dos produtos em até 7 dias depois do recebimento. Mas atenção: essa lei só vale para compras não presenciais, onde não se pode ver o produto (como pelo site ou telefone), feita com pessoas jurídicas e no Brasil.

Para saber mais sobre os direitos do consumidor, visite o site do Procon/RS.

10. Preste atenção em compras do exterior

Apesar de todas as dicas apresentadas valerem para os sites estrangeiros, os direitos do consumidor são diferentes para compras no exterior pela internet. O direito de arrependimento, por exemplo, não tem validade e as políticas de troca variam de loja para loja, muitas cobrando o frete do cliente. 

Além disso, preste atenção nos gastos. Estes tipos de compras podem ser tributadas pela receita federal. E, se o pagamento foi feito no cartão de crédito, também é cobrado IOF. Por isso, vale a pena fazer o cálculo e ver se não é mais vantajoso comprar no Brasil.

Fontes:
 

Comentários