Ir para o conteúdo principal

Blog


O melhor presente para o seu filho é investir no futuro

O melhor presente para o seu filho é investir no futuro

No mês das crianças os pequenos pedem por presentes e os pais começam a se perguntar qual será melhor aproveitado.

Mas que tal dar um presente diferente neste ano? Uma previdência privada, por exemplo, é o investimento ideal para assegurar o futuro da família. Confira as informações que separamos sobre este tipo de investimento.

Previdência privada também é para crianças

Não são poucos os pais que já na gravidez pensam em guardar dinheiro para os filhos e acabam se perguntando em como investir no futuro. 

Apesar de muitos associarem o nome “previdência” a aposentadoria, a palavra deriva do “ato de prever” ou de “se precaver”. Ou seja, não é algo apenas para adultos e idosos e, hoje em dia, existem muitas modalidades focadas nas crianças. A previdência privada infantil é um investimento a longo prazo, cujo valor é liberado aos 18 ou 21 anos de idade. 

Quando o filho é menor de idade, o investimento pode levar tanto o nome dos pais quanto o dele, dependendo do plano contratado. O jovem, quando chega a idade adulta, pode escolher sacar o dinheiro - e usar com educação ou moradia, por exemplo, - ou continuar investindo como uma previdência tradicional.

Esta modalidade não precisa ser especialmente denominada para crianças, mas é necessário falar com a instituição financeira para ver as opções. No caso do plano Prevcoop, há possibilidade de distribuir o dinheiro em contas individuais, uma para os pais e, outra, para os filhos.

Benefícios

Contudo, com tantas opções no mercado oferecendo investimentos para filhos pequenos e é possível que comecemos a nos perguntar se a previdência privada infantil vale a pena. Entre os competidores estão os títulos de capitalização, a poupança e o tesouro direto.

Na hora de escolher entre os títulos, a poupança ou previdência privada para os filhos, é importante saber que a previdência tem uma rentabilidade maior. Já em relação ao tesouro direto, o grande diferencial da previdência privada está na possibilidade de pagar menor Imposto de Renda no resgate.

Confira todos os benefícios da previdência privada:

Incentivo fiscal

Para quem declara Imposto de Renda no modelo completo, há a opção de previdência na modalidade PGBL, que deduz contribuições e aportes em até 12% da sua renda bruta anual. A vantagem disso é que se você usar esse limite de deduções, você terá mais restituição de IR, que poderá ser reaplicada no próprio plano do seu filho, aumentando ainda mais a reserva futura.

Sem “come-cotas”

Planos de previdência são tributados apenas no resgate ou no recebimento da renda, ou seja, o dinheiro aplicado rende de forma contínua, sem tributação. Não existe o chamado “come-cotas”, que deduz cotas dos fundos semestralmente.

Tributação favorável 

Ao fazer um plano de previdência privada, você pode optar pelo regime de tributação regressiva. Desse modo, cada contribuição aplicada por mais de 10 anos terá uma cobrança de imposto de renda de 10% na hora de retirar o dinheiro ou de receber a renda, bem menor que a praticada nos demais fundos de renda fixa ou variável não previdenciários, que chega a 15%.

Aplicação em multifundos 

O dinheiro do plano de previdência é aplicado em multifundos, com nível de risco alinhado ao perfil do cliente. No longo prazo, os rendimentos em renda variável podem ser maiores que os em renda fixa.

Por fim, a dica é começar cedo: quanto antes você poupar, melhor. “Se os pais começarem a pensar em poupar desde o momento da gravidez, terão mais tempo para economizar”, afirma o economista José Eustáquio Moreira de Carvalho, vice-presidente do conselho da Fecomércio do Distrito Federal e presidente da Clínica de Economia Comportamental do DF.

Por isso, que tal começar a investir na Prevcoop, a previdência privada da Banricoop? A partir de 50 reais por mês você já pode começar a garantir o futuro do seu filho.

Quer saber mais sobre a Prevcoop? Confira o nosso e-book sobre previdência privada.

Fontes:

Comentários