Ir para o conteúdo principal

Blog


O que fazer quando pedem dinheiro emprestado?

O que fazer quando pedem dinheiro emprestado?

Se você seguiu as nossas dicas de educação financeira, já consegue guardar uma parte do que ganha. As pessoas ao seu redor, amigos e parentes, perceberam isso e recorrem a você quando precisam de ajuda financeira. 

Talvez alguém até já tenha lhe pedido o seu nome ou até mesmo dinheiro emprestado. O que fazer em situações como estas? Devemos agir igual aos bancos e cobrar juros? E se eu não puder ajudar, qual a melhor maneira de dizer não?

Separamos algumas dicas para estes momentos de saia justa, para que você possa conciliar o que é possível fazer sem perder um amigo.

Recuse

Dependendo da quantia pedida emprestada e da sua situação financeira, o melhor a fazer é dizer não. Pode ser que você esteja com um planejamento para o dinheiro que tem, ou até mesmo que o valor que solicitaram seja muito alto.

Claro que não é necessário ser mal educado. É muito difícil saber como dizer não quando te pedem dinheiro, mas provavelmente, a pessoa está te procurando porque percebe que você tem uma boa relação com ele. Se o valor for pequeno, você pode até considerar doá-lo, sem esperar retorno, mas se não for o caso, negue e se explique.

Se o dinheiro para emprestar não existe, fale sem culpa. Explique que está pagando dívidas e compras e, se não for o caso, diga que tem um planejamento para ele e que investiu em um fundo que não permite saque imediato, por exemplo.

Ajude com conhecimento

Mesmo se você tiver condições financeiras e psicológicas de emprestar dinheiro para seus amigos e parentes, a verdade é que isso não resolve o verdadeiro problema: a falta de controle financeiro.

Então, quando for dizer que não pode emprestar dinheiro, ofereça ajuda para organizar as contas junto com ela e a montar um orçamento. Dessa forma, o seu auxílio vai ser muito mais eficiente e trazer resultados a longo prazo. 

Ajude-a a anotar todos os gastos, enumerar as dívidas e disponha-se a negociar os empréstimos já existentes. Depois de tudo feito, vocês vão saber quanto dinheiro será necessário juntar ou pedir emprestado. Nesse caso, você pode até cogitar usar o seu.

Presenteie o valor

Caso seu objetivo seja se incomodar pouco, e esteja sem disposição de dar uma aula de educação financeira, você pode dar o valor sem pensar em retorno. Não precisa nem ser toda a quantia solicitada, se você entregar uma parte do que foi pedido emprestado, já vai estar ajudando significativamente.

Esta solução é para quando você preza pelo seu relacionamento e o dinheiro não lhe fará falta. É importante deixar claro que este “presente” vai ser dado apenas uma vez, e que é importante que a pessoa se organize.

Fale que você dará o dinheiro por causa da relação de vocês e porque se preocupa com ela. Neste caso, você apela para o emocional e explica que não poderá entregar mais dinheiro caso ela precise novamente.

Fontes:

Comentários