Ir para o conteúdo principal

Blog


Pagamento de impostos à vista é facilitado pelo CrediTributos Banricoop

Pagamento de impostos à vista é facilitado pelo CrediTributos Banricoop

Aproveitar os descontos oferecidos pelo governo do Estado e pelas prefeituras para o pagamento à vista do IPVA e do IPTU sem apertar o orçamento já pressionado pelas festas de final de ano é um daqueles desafios financeiros que têm data marcada. “Para fazer um bom negócio é preciso estar atento aos descontos oferecidos e ao custo do dinheiro” indica o coordenador de negócios da Banricoop, Gustavo Bartz.
Em 2011, por exemplo, o governo do Rio Grande do Sul ofereceu descontos que chegavam até 24,5% (porcentagem concedida para os motoristas sem multas nos dois anos anteriores e que pagaram o IPVA até o dia 3 de janeiro). Um desconto vantajoso tanto para quem optou tirar dinheiro de alguma aplicação, quanto para os cooperados que lançaram mão do CrediTributos.
Esse produto da Banricoop, que estará disponível também no início de 2012, permite que o imposto seja pago à vista para o fisco – com todos os descontos oferecidos – e quitado em até 10 parcelas, com juros de 1,1% ao mês. Os pagamentos podem ser descontados no contracheque ou debitados em conta corrente. \"\"
A alternativa atraiu centenas de cooperados no último ano. Entre eles, Jair Aquino avaliou que a possibilidade de “jogar a despesa do IPTU para frente e aliviar o início do ano é muito válida”. Já Edilma Pereira aproveitou a chance para estender o “alívio” à família, pois o CrediTributos permite que sejam reunidas em um único parcelamento as cobranças de tributos de diversos imóveis e veículos. “Fiz algumas vezes só para mim e outras também para ajudar meus familiares. Os juros são atrativos, por isso acho interessante”, diz ela.
Bartz observa que a comparação entre o juro cobrado pela cooperativa e o desconto aproveitado torna o parcelamento na Banricoop mais interessante que o pagamento em prestações proposto pelo Estado e pelas prefeituras. “Sem dúvidas, o produto é mais usado nessa época do ano – de cobrança de IPVA e IPTU –, mas ele pode ser usado, também, para quitação do ITBI, pago na compra de imóveis, ou por quem tem que pagar Imposto de Renda Pessoa Física”, concluiu.


Comentários